segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Na noite de sábado, 23.10.10, na rua Raposo Camara, Candelária, em Natal/RN, foi comemorado o 84º Aniversário da compositora e cantora Jacira Freire da Costa, com a presença de dezenas de familiares e amigas(os). A sobrinha Sonia Costa Cunha (ao centro, com o violão) escreveu o texto de uma peça teatral que foi encenada com Lourdinha (à direita), irmã de Jacira (de costas), autora dos históricos hinos das campanhas políticas de Aluizio Alves, Monsenhor Walfredo Gurgel e Geraldo Melo. Dona Nair Damasceno Costa, 94, recitou um poema de sua autoria, "Solidão", que recebeu muitos aplausos. Também foi cantada uma das melhores canções românticas brasileiras, "Tu és meu castigo", popularizada pela voz de Agnaldo Rayol, amigo de Jacira e que gravou a canção em Natal, na Rádio Poty. Entre as pessoas presentes ao jantar de aniversário de Jacira Costa, estavam o jornalista Tácito Costa, o ex-prefeito de Santana do Matos, dr. Assis com esposa e filho, Argemiro Cunha, marido de Sonia.

Faltou o repórter informar que dona Jacira cantou alguns versos de seus principais hinos de campanha de Aluizio Alves, mas o burburinho, a algazarra infantil (das crianças, claro), impediram que eu ouvisse direito, mas eu não esqueci que ela disse que acompanhou AA logo após a primeira vez que o viu. "Era um verdadeiro feiticeiro", disse, se referindo ao governador eleito em 1960, iniciando, assim, um novo domínio político no RN, desbancando o empresário bem sucedido, Dinarte Mariz, mas um inculto sem visão de futuro.