sexta-feira, 8 de abril de 2011

Físicos visitam governadora Rosalba.

A governadora Rosalba Ciarline destinou R$ 20 milhões, no Orçamento Geral da União, exercício 2011, para a construção do prédio Instituto Internacional de Física, no campus central da UFRN, cujas obras estão previstas para serem iniciadas neste ano. Em agradecimento ao trabalho desenvolvido pela então senadora Rosalba e a bancada federal, em Brasília, os físicos David J. Gross e Gerardus't Hooft,(vencedores do Prêmio Nobel de Física em 2004 e 1999), visitaram a Governadora do RN às 18h do dia 4, segunda-feira , na Governadoria, acompanhados do reitor Ivonildo Rego e do professor Itamar Procaccia, presidente do Comitê Científico do Instituto Internacional de Física, sediado em Natal. A notícia divulgada pela assessoria de imprensa da Governadoria causou impacto entre os cientistas do Departamento de Física Teórica da UFRN. Um impacto negativo. Motivo: a matéria que saiu do gabinete da governadora, com a manchete "Vencedores de Prêmios Nobel de Física visitaram Rosalba Ciarlini", foi divulgada como se os físicos tivessem ido à Governadoria agradecer a ajuda ao "Instituto de Neurociências", instalado em Neópolis.
A matéria registra que a governadora afirmou que "estava muito feliz em receber pessoas notáveis como vocês.È uma honra ter a presença de vocês aqui no Estado. É a primeira vez que chegou perto de dois Prêmios Nobel. Espero que no futuro possamos ter a honra de ter vencedores saindo do nosso ins tituto", disse a Governadora, se referindo ao Instituto Internacional de Neurociências de Natal".  Mais adiante, o boletim da Assecom, assinado por Alexandre Mulatinho, assessor de comunicação, informa que o cientista Itamar Procaccia pediu "ajuda da Governadora para a manutenção do padrão do Instituto de Neurociência". Em nenhum momento a matéria oficial registrou o Instituto Internacional de Física, que está funcionando numa casa alugada perto do campus da UFRN. Diante das reclamações provocadas pelas "gafes", o texto foi retificado, no dia seguinte, sem pedido de desculpas ou justificativa. No entanto, a  primeira versão  foi profusamente distribuída, a nível nacional, e permanece nos blogs de Natal, de Parelhas, Carnaúba dos Dantas, no jornal O Público, no site jusbrasil.com.br,etc. E está assim até hoje,8.
Nos meios científicos, ficou a interrogação: foi uma barriga? Uma deturpação de uma notícia importante? E perguntam: como é que dois cientistas com Prêmio Nobel vem a Natal para a aula magna da Universidade em 2011 e visitarem o Instituto Internacional de Física, de cujo Comitê Científico são membros, são tratados como tivessem vindo a agradecer uma ajuda ao instituto de neurociências, uma instituição privada com outros objetivos?  A matéria foi uma "barriga" ou um mistério? Ou um desserviço à divulgação científica?
Só Freud explica.