quarta-feira, 7 de março de 2012

Justiça ouve delegado que investigou IPEM/RN.

Delegado afastado após suposta influência de Rychardson confirma investigação no Ipem

Publicação: 07 de Março de 2012 às 14:54
tamanho do texto A+ A-

O delegado Matias Laurentino, ex-titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Ordem Tributária (Deicot), foi a primeira testemunha de acusação da operação Pecado Capital a ser ouvida pelo juiz Halison Rêgo Bezerra e pelo promotor do Ministério Público Federal Rodrigo Teles. O delegado detalhou que iniciou as investigações como prioridade da auditoria federal instituída pelo Inmetro no Ipem potiguar. Em menos de um mês, no inquérito foi destituído pelo ex-delegado geral Ronaldo Gomes.
júnior santosO delegado Matias Laurentino foi a primeira testemunha de acusação a ser ouvidaO delegado Matias Laurentino foi a primeira testemunha de acusação a ser ouvida

A Polícia Civil investiga o possível tráfico de influência na instituição, mais precisamente por parte de Rychardson de Macedo Bernardo, ex-diretor do Ipem e apontado como mentor de esquema de corrupção no órgão. Escutas telefônicas mostram que Rychardson pode ter influenciado no afastamento do delegado Matias Laurentino da Deicot, por possíveis investigações contra o principal suspeito de comandar o esquema fraudulento no órgão. O juiz Mário Jambo, que analisou inicialmente o processo da operação Pecado Capital na Justiça Federal, chegou ase posicionar sobre o assunto.

"É simplesmente estarrecedor quando este Juízo se depara com a informação de que quatro dias após o mencionado diálogo o delegado Matias Laurentino foi efetivamente transferido para outra delegacia. Fica evidente que Rychardson de Macêdo é pessoa que possui perniciosa influência política", escreveu Jambo em decisão do dia 12 de novembro do ano passado.

Após o depoimento à Justiça, o delegado Matias Laurentino preferiu não dar mais esclarecimentos sobre o caso sob o argumento de que não queria atrapalhar as investigações da Justiça Federal.

Os depoimentos na 2ª Vara Criminal prosseguem durante a tarde. Rychardson de Macedo está no local para atuar em defesa própria. Fonte: TRIBUNA DO NORTE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário