quinta-feira, 22 de março de 2012

O legado de Manxa.

O legado de Manxa
Sem grandes alardes, um dos mais importantes escultores e entalhadores do Rio Grande do Norte morreu na noite desta segunda-feira (19), em Currais Novos. Discreto e genial, Ziltamir "Manxa" Soares deixa legado artístico imortalizado por obras grandiosas como o painel no prédio da Reitoria da UFRN e os entalhes na agência centro do Banco do Brasil em Natal. Aos 63 anos, Manxa estava internado havia cerca de uma semana por causa de problemas renais e faleceu devido ao agravamento de seu estado de saúde. O corpo do escultor foi sepultado ontem (20) em São Vicente, distante 190km da capital potiguar, município onde nasceu e morava com a esposa. [Saiba mais sobre Manxa, nessa matéria da Tribuna do Norte]
- Outro painel muito famoso de Manxa foi o do Edifício Rio-Mar, condomínio residencial localizado na Avenida Deodoro da Fonseca, na ladeira da então Rádio Poti de Natal.


Nenhum comentário:

Postar um comentário