domingo, 11 de março de 2012

Repercute o laudo troncho de acidente.

ACIDENTE EM NATAL COM CONSEQUÊNCIAS ABSURDAS. DIVULGUEM!

Caixa de entrada


Marcar com estrela

João Felipe da Trindade me enviou o seguinte imeio:

11 de março de 2012 08:35





Divulguem! Podem acontecer com um nosso.
REPASSANDO
JÁ SAIU NA IMPRENSA, PORÉM PRECISAMOS DIVULGAR MAIS AINDA, POIS É UM DESCALABRO, PARA NÃO DIZER, VERGONHA. ESTA CIDADE ESTÁ SOB O PODER DO MAIS FORTE, OU A LEI DO "SABE COM QUEM ESTÁ FALANDO?."
REPASSANDO....divulguem!
ACONTECEU EM NATAL e a estrutura oficial que deveria proteger o cidadão assume postura repulsiva.
---------------------------------------------------------------------------
Em 23 de dezembro passado, bem cedo pela manhã, Margareth Dore voltava – como de costume - pela Rua Nascimento Castro da sessão de hidroginástica. Chegando à Prudente de Morais, com o sinal aberto para ela, cruzou tranquilamente a via quando foi brutalmente atingida por veículo conduzido por um condutor totalmente embriagado. Margareth foi salva por verdadeiro milagre tendo sido retirada, desacordada, pela mala do carro. O automóvel ficou destruido ( perda total para o seguro). A vítima ficou periodicamente na UTI com concussão cerebral e, até o presente, é acometida de amnésia lacunar permanente, segundo o marido, também médico, o Dr. Delfino.
Ocorre que o motorista – o grave infrator – inadmitiu realizar o teste do bafômetro, bem como, o exame de sangue. O pai do embriagado condutor, um policial federal e o tio, coronel da policia do RN, tomaram a frente d
os desdobramentos oficiais do acidente, ameaçaram o Dr. Delfino, esposo da Dra. Margareth, conseguiram testemunhas falsas (duas) e, em virtude dos importantes cargos públicos que ocupam, manipularam o laudo invertendo a posição dos carros. O incrivel é que o laudo oficial ficou pronto em 48 horas (recorde!!!), culpando a vítima, Dra. Margareth. Mais incrível, ainda, é saber que o motorista infrator, um advogado, que conduzia seu veículo alcoolizado, tinha habilitação vencida havia dois anos e, tal documento, sequer fora apreendido.
O irresponsável infrator é assessor da governadora do RN e, até o presente, não se conseguiu conhecer
a identificação do tal indivíduo. Em carta aberta dirigida à Governadora do Estado do Rio Grande do Norte, publicada em jornais e divulgada em emissoras de radio local, o esposo da vítima fez denuncia notadamente em face dos absurdos atos oficiais que distorceram a verdade do grave sinistro.
O Ministério Público se manifestou ao encontro da preservação da justiça em face do relato do Dr. Delfino sobre a ingerência dos policiais - familiares do infrator - junto a órgão do DETRAN onde conseguiram a emissão de novo laudo atribuindo culpa recíproca.
O causador do acidente, além de ameaçar o casal de médicos (Drs. Delfino e Margareth) com atos que envolvem seus parentes policiais, está absurdamente exigindo indenização......................
Divulguem!



--


“Ser útil nem sempre é ser agradável”jl

Nenhum comentário:

Postar um comentário