segunda-feira, 9 de abril de 2012

SINPOL/RN nega denúncias.

Tribuna do Norte

Natal, 09 de Abril de 2012 | Atualizado às 17:36

Sinpol emite nota e nega autoria de denúncias contra delegados

Publicação: 09 de Abril de 2012 às 17:10

O Sindicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte (Sinpol/RN) emitiu nota à imprensa na tarde desta segunda-feira (9) negando que a entidade seja a responsável pelas denúncias contra delegados da Polícia Civil veiculadas na edição impressa da TRIBUNA DO NORTE, neste domingo, 8.

De acordo com a a carta o sindicato informa que "vem a público prestar esclarecimentos necessários acerca de 'denúncias'  que circulam na imprensa neste início de semana a respeito de texto apócrifo, que está sendo atribuído equivocada e maldosamente a esta entidade, contra delegados, agentes e  servidores da Segurança Pública de outras instituições".

O Sindicato também "nega veementemente  que é o  autor e apresenta documentos expedidos e recebidos, os quais esclarecem não ter sido o Sinpol/RN o autor das denúncias anônimas".

Confira a nota da íntegra:

"O SINPOL/RN, sindicato legitimamente constituído para representar todos os policiais civis do Rio Grande do Norte, e com atuação séria e ilibada, vem a público prestar esclarecimentos necessários acerca de "denúncias"  que circulam na imprensa neste início de semana a respeito de texto apócrifo, que está sendo atribuído equivocada e maldosamente a esta entidade, contra delegados, agentes e  servidores da Segurança Pública de outras instituições.

O Sindicato nega veementemente  que é o  autor e apresenta documentos expedidos e recebidos, os quais esclarecem NÃO ter sido o SINPOL/RN o autor das denúncias anônimas. Naquela oportunidade foi dado conhecimento da negativa das denúncias ao MP, ao Ouvidor, à SESED e à Secretaria Nacional de Direitos Humanos (SNDH) que respondeu em dois Ofícios nos quais pede DESCULPAS ao SINPOL/RN.

No caso em questão utilizaram-se de maneira criminosa  do nome do SINPOL/RN, certamente perante os órgãos públicos. Neste sentido, cumpre-nos a obrigação de afirmar que, pelos motivos já elencados, não procedemos a tais  denúncias, nem franqueamos a quem quer que seja a autorização para falar em nosso nome, sendo esta iniciativa leviana e passível de responsabilidade em todas as esferas.  Até porque jamais esta entidade de classe atuou na linha do "denuncismo ou anonimato infundados". Atua, sim, publicamente para garantir os direitos de seus representados, não havendo necessidade de agir de maneira oculta. 

Esclarecido que o SINPOL não fez tais denúncias, a entidade ressalta, sim, que cobrará a apuração séria destes possíveis crimes de alta gravidade, bem como cobra das autoridades uma profunda investigação para a autoria das graves denúncias atribuídas de forma criminosa a este Sindicato,  ressaltando que luta pelo respeito e dignidade de todos os policiais civis do Rio Grande do Norte. Portanto frisamos: os únicos documentos que continuarão chegando aos órgãos públicos, provenientes deste sindicato, serão devidamente registrados através de Ofícios, em papel timbrado da Entidade e devidamente assinado."

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte
(Adepol) também emitiu nota à imprensa sobre o caso. Para conferir, clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário