domingo, 3 de junho de 2012

Liacir Lucena: professor emérito da UFRN.



Dr. Luciano R. da Silva.


O professor Liacir dos Santos Lucena foi saudado pelo professor Luciano R. da Silva, outro cérebro brilhante da física brasileira,  em dezembro passado. Por isso, estamos relembrando o  importante evento com a publicação do discurso do professor Luciano neste blog.



Natal 19 de Dezembro de 2011

Discurso na ocasião de entrega do título de Prof. Emérito da UFRN ao Prof. Liacir dos Santos Lucena
Por Luciano R. da Silva
Boa noite a todos. É com imensa honra e prazer que recebo a incumbência de saudar e apresentar o Prof. Liacir dos Santos Lucena como o mais novo Prof. Emérito da nossa Universidade.
A história do Prof. Liacir é paralela à história da UFRN. Inicialmente vou destacar os principais pontos de sua extensa trajetória.

(1) Em 1964 ele concluiu o curso de Engenharia Civil na UFRN (primeira turma) juntamente com mais 6 colegas. Em seguida foi contratado como Prof. do curso de EngenhariaCivil para lecionar disciplinas de Física.
                                                           
(2) Em 1965, juntamente com o Professor Juarez Pascoal de Azevedo e com o Prof. Milton Dantas de Medeiros, criou o Instituto de Física da UFRN, o qual depois se transformou em Departamento de Física Teórica e Experimental             

(3) Foi o responsável pela ênfase inicial do Instituto de Física, pela criação em larga escala, de Recursos Humanos especializados na área de Física e de estabelecer um padrão internacional de qualidade.

(4) No período 1965-1970 promoveu em Natal vários cursos para treinamento de Professores de Física das Universidades do Norte e Nordeste trazendo a Natal, para ministraresses cursos, nomes importantes da Física entre os quais podemos citar Newton Bernardes, Erasmo Ferreira, Nicim Zagury, Sérgio Costa Ribeiro, Silvio Ferraz de Melo, Humberto Siqueira Brandi, Pierre Kaufman, Silvestre Ragusa, entre outros.  Alguns participantes desses cursos tiveram destaque em várias universidades, como é o caso do prof. Hermano Tavares que veio depois a ocupar o Cargo de Reitor da UNICAMP e Reitor da Universidade Federal do ABC.

(5) Organizou e fez funcionar em 1969 o famoso Curso de Física do CETENE (Curso de Formação Técnico-Científica para Professores de Física das Escolas Técnicas e Cursos Científicos do Nordeste).  Muitos alunos daquele curso obtiveram posteriormente o doutorado em Física e integram hoje os quadros docentes de várias universidades no país.

(6) Como recompensa por realizar o Curso do CETENE obteve para o Instituto de Física da UFRN, um grande laboratório didático da marca LEYBOLD, importado diretamente da Alemanha, inclusive com equipamentos para demonstrações de Física Moderna.  Este laboratório, ainda ativo, tem servido a várias gerações de estudantes dentro da UFRN.

(7) Em 1971 organizou e estruturou os Cursos de Bacharelado e Licenciatura em Física.

(8) Em 1972, com a ajuda dos Professores, Erasmo Ferreira e Sérgio Costa Ribeiro, conseguiu firmar convênios com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC) para que estudantes do Rio Grande do Norte completassem sua formação em Física naquela universidade.

(9) A partir de 1974 o curso passou a ser feito inteiramente em Natal. No final de 1975 termina a primeira turma da qual fazemos parte eu, Prof. Ananias e Prof. Ezequiel, aqui presentes.

(10) Em 1974 implantou na UFRN o Projeto de Pesquisa sobre Cintilações Ionosféricas para investigar a propagação de ondas eletromagnéticas na ionosfera e, em particular, para estudar o efeito das instabilidades de plasma na atmosfera.  Para tanto instalou um Rádio-Observatório com uma antena parabólica de 10 metros de diâmetro, que ainda pode ser vista no perímetro do campus da UFRN.

(10) Foi responsável pela aprovação dos primeiros projetos de pesquisa da UFRN com financiamento do CNPq (1974 e 1975)

(11) Implantou a Biblioteca Setorial da Física, adquirindo com a ajuda do CNPq um acervo de livros e revistas que representam hoje o núcleo daquela biblioteca.

(12) Conseguiu com a família do Professor João Cristovão Cardoso, ex-presidente do Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq), a doação para o Departamento de Física da biblioteca particular do Prof. Cardoso com um acervo de livros científicos históricos de valor inestimável, entre os quais um exemplar original da Tese de Doutorado da Madame Curie (premio Nobel de Física).

(13) Em 1977 foi agraciado com a Medalha do Mérito Universitário

(14No período 1983-1987 foi Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação na gestão do Reitor Genibaldo Barros aqui presente, quando, entre outras ações, instituiu com apoio da Reitoria, INDD, o primeiro sistema de avaliação de desempenho implantado em Universidades Brasileiraso qual foi copiado por várias outras Universidades do país.

(15) (1988) Pioneiro em Natal na Internet: Antes da Internet existia uma rede bastante insipiente chamada Bitnet. Em Natal, no Departamento de Física tínhamos um link com o LNCC (Laboratório Nacional de Computação Científica) do Rio de Janeiro.

(16) Responsável pela criação em 1988 do primeiro Programa Especial de Treinamento (PET) na área de Física no Brasil. Da ordem de 50 bolsistas do PET da Física da UFRN já concluíram o doutorado. O nosso programa serve de Modelo para todos os estudantes que entram no curso de Física. Todos querem entrar no programa, ou gravitam em torno dele.

(17) Responsável pela formação de um grande número de estudantes de todas as áreas, desde Física, Química, Matemática, Engenharia, etc. Foi orientador de muitos estudantes nos níveis de Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado.

(18) Aprovou inúmeros projetos de pesquisa, tendo também articulado a formação de Redes Cooperativas de Pesquisa de âmbito regional abrangendo várias universidades do Nordeste.

(19) Estabeleceu programas de intercâmbio Científico com várias Universidades do Brasil e do Exterior, promovendo visitas de cientistas estrangeiros à UFRN e abrindo oportunidades para professores e estudantes brasileiros em centros de pesquisa no exterior. Dentre esses programas merecem destaque o Projeto binacional CAPES-COFECUB com a Université d’Orsay na França, o Convênio com a Universidade de Boston e um Consórcio Internacional de Pesquisa envolvendo, além da UFRN, várias universidades americanas e européias.

(20) Organizou várias Conferencias Nacionais e Internacionais. Há duas semanas atrás por exemplo, organizou uma Conferência Internacional  sobre Física do Petróleo no Departamento de Física.

(21) Publicou mais de 70 trabalhos científicos em Revistas de Difusão Internacional.

(22É pesquisador 1 do CNPq

(23) Ganhador do Prêmio de Pesquisador FUNPEC 2003.

(24) Sabendo da vocação natural do RN para o Petróleo entrou nesta nova área de pesquisa tendo obtido sucesso, inclusive com a obtenção do Prêmio Nacional Petrobras de Tecnologia do ano 2005.

(25) Agraciado com a ordem Nacional do Mérito Científico em 2008 no grau de Comendador. 

(26) Em 2011 foi homenageado pelo XXIX Encontro Anual de Físicos do Norte Nordeste ocorrido recentemente em Mossoró

(27Sua lista completa de realizações é longa e é conhecida por quase todos.

(28Resumindo: o Prof. Liacir teve toda a sua vida dedicada à Academia e à Pesquisa. Ajudou a colocar o RN no cenário Nacional e Internacional. Talvez por isto tenha chamado a atenção do Comitê que julga a comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico.

LEMA DO PROF LIACIR: Oportunidade a todos. O critério do Prof. Liacir é a competência. “Se o aluno ou profissional for competente, terá todo apoio”.

(1)  Ele sempre vestiu com orgulho a camisa da UFRN, quer estivesse em Natal, no Brasil, ou no exterior. Como um bom filho tudo que conseguia fora era sempre pensando em melhorar a nossa Universidade ou o nosso Estado.

(2)  Ele é uma pessoa justa, não discrimina ninguém: dá oportunidade a todos e sabe extrair o melhor que cada um pode dar. Ele dá o mesmo tratamento quer o aluno seja do Norte, do Sul, do Centro do país ou do exterior. O critério para ele é o talento. Talento não tem Pátria.

(3)  Não se submete aos critérios de primeiro, segundo ou terceiro, mundos. Encara todos indistintamente quer esteja numa conferencia no Brasil, nos Estados Unidos ou na Europa.

(4)  Homem de larga cultura: Ele teve o olho clínico para ver com antecedência a Ciência se encaminhando para a Interdisciplinaridade. Desde 20 anos atrás ele busca criar em Natal um Centro Internacional de Sistemas Complexos. Vários ex-Reitores que estão aqui presentes são testemunhas e apoiaram este sonho.

(5)  Amor à vida: ele adora uma boa conversa, ele adora ouvir uma música de qualidade; adora uma boa cozinha; um bom vinho, ele tem uma família maravilhosa, a qual se dedica com muito amor. Podemos ver aqui sua Mãe Natália, sua esposa Regina responsável pelo sucesso dele, seus filhos e seus netos.  Ele adora dividir os seus conhecimentos com todos aqueles que o cercam. Como é bom conversar com ele e desfrutar dsua vasta amplitude cultural.

(25) O que faz o Prof. Liacir no momento?

No momento o Prof. Liacir se dedica à formação de equipes interdisciplinares, como já disse, voltadas para pesquisas na área de Sistemas Complexos, a qual foi precursor na UFRN. Nos seus artigos científicos ele sempre coloca além do endereço usual do Departamento de Física, um segundo endereço, qual seja, Centro Internacional de Sistemas Complexos (CISC).

A sua ascensão à categoria de Professor Emérito da UFRN (tendo obtido aprovação por aclamação no Departamento de Física e a indicação por unanimidade de todos os conselhos da UFRNpermitirá que continue a trabalhar em prol da UFRN com o mesmo ritmo incansável com que atuou até hoje, mesmo após ser atingido pela aposentadoria compulsória.

Parabéns ao “Eternamente Jóvem” Prof. Liacir dos Santos Lucena, por sua trajetória de vida profissional e pessoal. Parabéns à UFRN que soube reconhecer a bonitahistória do Prof. Liaicr. O título de Prof. Emérito vai representar também o reconhecimento de um paradigma de dedicação, competência e eficiência que, esperamos, sirva de modelo para os nossos Jóvens Professores e nossos Estudantes.

Mais uma vez Parabéns Prof. Liacir !!!!!!!!!!

Muito obrigado a todos !!! 



             

Nenhum comentário:

Postar um comentário