quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Governadora busca recursos para adutoras no Estado.


Foto por Assessoria: Divulgação

No Ministério da Integração Nacional, nesta terça-feira (22), em Brasília, representantes do Rio Grande do Norte solicitaram a liberação de recursos para o estado intensificar as medidas de combate aos efeitos da pior seca que atinge o RN.

De acordo com o deputado federal Felipe Maia (DEM), presente na reunião, um dos projetos apresentados para tentar amenizar os efeitos da estiagem é a construção de duas adutoras de engate rápido. Uma delas ligaria a cidade de Pau dos Ferros - que pode entrar em colapso de abastecimento nos próximos dias - ao sistema adutor do Alto Oeste. A adutora terá 43 quilômetros e pode ser construída em um prazo de 60 dias, ao custo de R$ 13,5 milhões.

A outra adutora de engate rápido terá o intuito de abastecer a cidade de Jucurutu, na região do Seridó.
Com extensão de 11 quilômetros, ligando o município à barragem Armando Ribeiro Gonçalves, ela deve ser construída em cerca de 15 dias, ao custo de R$ 3,3 milhões.

“Cidades sofrem com a possibilidade de não ter abastecimento de água e a liberação desse recurso é de extrema importância para atenuar esse risco. Ouvimos do ministro Francisco José Teixeira que iria reunir sua equipe de planejamento para viabilizar o pleito com urgência”, disse o deputado.

Também estiveram presentes na reunião a governadora Rosalba Ciarlini; o secretário de Recursos Hídricos, Leonardo Rêgo; o presidente da Caern, Yuri Tarso; o prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato; o secretário nacional de Defesa Civil, Adriano Pereira Júnior; e o diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), Paulo Lopes Varella Neto. [por Assessoria de Imprensa]



--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 10/23/2013 11:02:00 PM

Nenhum comentário:

Postar um comentário