sexta-feira, 31 de maio de 2013

Vamos salvar o rio Pitimbú?

Debate será realizado no bairro com participação direta da comunidade buscando aproximar legislativo da população
 
Na próxima terça-feira (04), a Câmara Municipal de Natal (CMN) realiza uma Sessão Popular, em conformidade com seu regimento interno, para debater sobre “a preservação das áreas verdes do bairro Pitimbu (Conjunto Cidade Satélite) e seu uso sustentável em defesa do interesse público”. Esta sessão, diferentemente das convencionais, será realizada fora do plenário da Casa Legislativa com a participação direta dos moradores do bairro e ocorre na semana em que se comemora o dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho). A proposta é de autoria do vereador George Câmara (PCdoB) e começa às 18 horas no SEST/SENAT, situado à Avenida Omar O’Grady, Pitimbu.
 
Participam da audiência, representantes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB), Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SEMSUR), Promotoria do Meio Ambiente (MP/RN), Companhia Independente de Proteção Ambiental da PM/RN, Urban, Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico do Município do Natal (ARSBAN), OAB-RN, IDEMA, IBAMA e do Instituto de Gestão das Águas do Estado do RN (IGARN).
 
De acordo com o historiador Câmara Cascudo, Pitimbu significa "água, nascente, rio, manadouro de camarão". Partindo dessa premissa podemos entender a importância deste bairro para o bem estar do povo de Natal. Apesar de contribuir com a revitalização dos nossos mananciais, o bairro tem sofrido com degradações ambientais, ocupações ilegais e a especulação imobiliária. Tal fato tem ocorrido desde a inauguração da "Cidade Satélite" em 1983 quando ocorreu uma expansão e ocupação desenfreadas do bairro.

 
A oficialização do bairro Pitimbu foi realizada através da Lei nº. 4.328, de 05 de abril de 1993, publicada no Diário Oficial em 07 de setembro de 1994. Em 03 de agosto de1995, foi aprovada a Lei nº. 4.664 para evitar a degradação do campo dunar do Pitimbu, situado entre o rio e a Rua dos Caiapós (Cidade Satélite). A defesa dessa área mobilizou ONG´s, o Ministério Público e cidadãos preocupados com a preservação ambiental, visando coibir a ocupação ilegal da área e a especulação imobiliária. A Zona de Proteção Ambiental desta área (ZPA-3) foi regulamentada pela Lei Municipal nº 5.273/2001.
 
De acordo com o vereador George Câmara, o objetivo desta sessão popular é reunir a comunidade local para debater os problemas ambientais e formular ações que busquem preservar as áreas verdes do bairro, em especial, o Rio Pitimbu e a ZPA-3. George também coloca a relevância do momento para o debate: “nada melhor do que realizarmos uma sessão popular para debater preservação ambiental na semana em que se comemora em todo o mundo, o dia Mundial do Meio Ambiente”.
 
Segundo o vereador do PCdoB, é necessário que a população fique mais informada sobre as leis que protegem o meio ambiente, pois muitas vezes, “as pessoas desconhecem a legislação ambiental”. “Precisamos dar uma atenção especial ao bairro, pois além do mesmo ter o rio Pitimbu contribuindo para a manutenção do ecossistema local, temos também, nele inserido, a ZPA-3, fundamental à revitalização do solo aquífero natalense” explica George.
 
O Rio Pitimbu tem 34 quilômetros de extensão, mas a sua bacia tem um entorno de 125 quilômetros quadrados, sendo as duas maiores partes pertencentes à Macaíba e Parnamirim. Natal tem por volta de 10 quilômetros quadrados da área da bacia. Atualmente, o rio sofre uma série de problemas urbanos como a falta de esgotamento sanitário adequado, a drenagem das águas pluviais que leva muitos resíduos para seu leito e a poluição feita pelos moradores locais que depositam lixo à sua margem.
 
Para quaisquer esclarecimentos favor entrar em contato através dos telefones:
Mandato Comunista: (84) 3201-1336
Vereador George Câmara: (84) 9983-6468
Assessoria de Comunicação: (84) 9138 8141 (Arthur Morais)
 
Arthur Varela


--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 5/31/2013 05:31:00 PM

Resposta rápida

Condecorados indecorosos e heróis esquecidos.

- Para Jeane Bezerril -
 
Por Flávio Rezende*
 
Foto: divulgação
Cumprindo um dia de trabalho no Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da UFRN, onde contribuo com minhas atividades jornalísticas, vejo mais uma vez uma jovem pregando cartazes nos espaços reservados para divulgação de atividades acadêmicas e culturais.
 
Ela é vista exercendo seu ofício de pregadora de cartazes culturais em todos os cantos e recantos da cidade. Praticamente a totalidade dos artistas, de todas as áreas, produtores culturais e empreendedores deste setor, conhecem a figura de Jeane Bezerril.
 
Sempre sorridente, com uma mochila nas costas contendo a matéria prima para o perfeito desempenho do ofício que elegeu para sua vida, trabalha os três expedientes e, posso garantir, sabe como ninguém onde tem mural, como melhor fixar o cartaz e, respeita os lugares proibidos para seus impressos.
 
Jeane é o tipo de pessoa que deve ser reconhecida e ser homenageada nestes muitos eventos culturais, recebendo por sua labuta diária, um troféu, um diploma, uma citação num desses regabofes da vida.
 
Se até o momento ela esteve invisível aos organizadores destes eventos e, as entidades culturais da cidade, homenageio esta querida figura com o presente escrito, reconhecendo em seu trabalho cotidiano, uma das melhores contribuições para o cenário cultural da cidade.
 
E a injustiça com Jeane Bezerril, pode ser estendida a tantos outros, que em diversas áreas, fazem e acontecem, não recebendo, no entanto, os louros advindos destas festas que anunciam os mais importantes e os melhores do ano.
 
Assistimos através da mídia, a generosa distribuição de comendas, medalhas, troféus a um monte de gente, principalmente políticos, jornalistas e gestores, muitos dos quais, altamente mal avaliados pela população no desempenho de suas funções, mas, para os eleitores dos merecedores de homenagens, parece que o cargo vale mais que o mérito pessoal, tornando patente e patético que em alguns casos, o elogio é uma espécie de moeda de troca, como que numa mensagem cifrada onde se lê, toma de cá e me dá de lá.
 
Em todas as áreas circulam heróis esquecidos, batalhadores, pessoas que realmente enobrecem uma profissão, uma atividade, um esporte, mas, nem sempre ocupam as posições de relevo e, por isso e só por isso, não entram nas listas dos melhores, passam a margem das escolhas, não ficando invisíveis, ainda bem, aos olhares e avaliações daqueles que conseguem perceber no cotidiano da vida, o verdadeiro valor daqueles que anonimamente trabalham de fato, para o perfeito existir da área em que atuam.
 
Para Jeane Bezerril, que simboliza neste escrito estes anônimos e incansáveis trabalhadores, minha medalha, minha comenda, meu troféu com letras escritas e originárias, do fundo do meu coração, agradecido por seu meritório e importante trabalho.
 
*É escritor, jornalista e ativista social em Natal/RN (escritorflaviorezende@gmail.com)


--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 5/30/2013 01:25:00 PM

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Copa terá espetáculos culturais em Natal. Ministra da Cultura quer conhecer a cultura potiguar.

Marcar com estrelaPor Fernando Luiz.
 
Foto: Canindé Soares/Divulgação
Bom dia, amigos. Hoje, dia 27, às 07:11 ouvi a Ministra da Cultura, Marta Suplicy ser entrevistada na Jovem Pan falando sobre a Copa do Mundo.
 
A ministra afirmou que as cidade brasileiras que vão sediar jogos da Copa, precisam realizar eventos  de pequeno e médio porte, para mostrar sua diversidade cultural. Segundo Marta Suplicy “é necessário levar cultura às ruas e às praças” durante a realização da Copa.  E afirmou “Precisamos conhecer a riqueza cultural de estados como o Rio Grande do Norte”.
 
Pra mim, a declaração da ministra, citando APENAS o Rio Grande do Norte, significa duas coisas: primeiro, que temos uma riqueza cultural que precisa ser mostrada ao mundo; segundo que somos POBRES na capacidade de divulgar esta riqueza. E isto é uma grande verdade.
 
Pessoalmente, apesar de  sentir uma decepção que às vezes beira a revolta, por causa do descaso oficial com a promoção e divulgação da nossa cultura, estou com a consciência tranquila, pois há 11 anos (quando comecei o Show das Comunidades) venho “cantando esta bola”. Todavia, parece que os gestores culturais do nosso estado são surdos.
 
Por exigência da  FIFA e da Rede Globo e por força de contratos de exclusividade que envolvem  alguns milhões (não tenho discernimento para saber se são  milhões ou bilhões) de dólares, já estão contratadas Ivete Sangalo, Cláudia Leite e Jota Quest, para shows em Natal durante a Copa do Mundo do próximo ano,. Só que não se falou ainda  nada sobre artistas locais.
 
Será que a FIFA e a Rede Globo vão oficializar, perante o mundo,  Natal e o Rio Grande do Norte como mera “Colônia Cultural” da Bahia?. E o que é pior: ninguém vai fazer nada?
  
*Fernando Luiz é cantor e compositor e também idealizador do Show das Comunidades
 


--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 5/28/2013 09:27:00 PM

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Nenhuma rua é sem saída.

Nenhuma rua é sem saída
(*) Rinaldo Barros
 “Quando todos pensam iguais, ninguém está pensando”.  (Walter Lippman)
Quero começar com um pouco da sabedoria de uma civilização muito antiga que já experimentou dificuldades de toda ordem.
E todos sabem que “o chicote da necessidade faz as idéias galoparem”.
            Quero lhes falar sobre uma metáfora da civilização judaica, a qual nos ajuda a compreender algo muito valioso.
            Certa vez, um rabino observou de longe um trapezista que se equilibrava numa corda bamba.
Quando este encerrou suas atividades, foi interpelado pelo rabino: “Qual é o segredo para conseguir equilibrar-se?”
            O equilibrista perguntou: “Para onde é que você acha que se deve olhar para encontrar equilíbrio?”
            O rabino respondeu: “Com certeza não é nem para o chão nem para a corda”.
            “Correto” completou o equilibrista, “devemos olhar sempre para os marcos no final da corda”. 
            Ou seja, o ato de pensar não pode estar comprometido com o imediatismo do próximo passo. Assegurar-se de que o próximo passo será correto ou errado é similar a olhar para a corda. Compromete-se assim a caminhada maior que deve estar sempre vinculada à meta estratégica, ao poste no final da corda.
Qualquer iniciante sabe que são os momentos de virada, quando permanecemos sem o referencial diante de nós, que representam os momentos-chave para a manutenção do equilíbrio e para que, a contento, possamos levar ao final o processo de escolha.
Atravessar a corda bamba do pensamento, sem cair por conta do próprio desequilíbrio, diz respeito ao questionamento dos interesses menores e imediatos, ao próximo passo na corda, por conta do objetivo maior de concluir com sucesso a travessia no trapézio do pensar.
Até porque, como diria o filósofo Pablo Capistrano, “o Estado, não é um animal doméstico. É uma fera selvagem, que tritura e devora, na mesma vala comum de miséria moral, aqueles que ousam aproximar-se de suas garras”. 
Por outro lado, ainda bem que toda crise é uma benção, porque nos indica que temos que abandonar o cadáver de nossas desilusões e trocá-lo pela inquietante lufada de ar do imponderável.
A propósito, diga-se de passagem, qualquer cidadão (principalmente governantes e gestores) deve sempre saber justificar suas escolhas.  
Compartilho, objetivamente, a perspectiva que antevejo para o futuro do Rio Grande do Norte, a partir das condições dadas nos dias atuais; com as ações que nascerão do planejamento conjunto das ações do governo estadual e do setor produtivo, previstas no Programa MAIS RN.
Prestem atenção a essa movimentação!
Estou convicto de que - na terra de Poti - são possíveis transformações dos serviços necessários (públicos/privados) para melhoria da qualidade da vida humana e para a garantia do aperfeiçoamento genético da vida animal e vegetal; serão construídas condições favoráveis à biodiversidade natural / suprimento e potabilidade da água; com a parceria das universidades, serão asseguradas evoluções tecnológicas no transporte, na logística, na saúde pública, na educação (sintonizada com o mundo do trabalho); tudo com a utilização de fontes de energia limpa - já disponíveis.
Ouso afirmar que, em que pese as inúmeras dificuldades do presente, esses condicionantes tornarão, no médio prazo, o Rio Grande do Norte parte integrante do mundo desenvolvido. Ouso igualmente recomendar a atual governadora para agir como se fora uma eterna aprendiz, com humildade, sabedoria e paciência: pensar grande para, no longo prazo, inscrever o seu nome na história, como Estadista.
Sem medo de ser feliz, porque feio mesmo é não lutar pelo sonho coletivo, pelo que se acredita ser o mais justo e o mais correto. E, sem dúvida nenhuma, o sonho não apenas não acabou, como está cada vez mais perto de se tornar vida.
Resumo da Ópera: como diz Gabriel, o Pensador: “nenhuma rua é sem saída quando se sabe olhar para trás”.
A hora é agora.
 Rinaldo Barros é professor – rb@opiniaopolitica.com

-- 

O SITE AGORA OFERECE CURSOS 24 HORAS, COM CERTIFICADO. 

ATUALIZE SEUS CONHECIMENTOS

Olhem aí, uma potiguar de Assu brilhando em Fortaleza-Ceará.

domingo, 26 de maio de 2013

Extremoz te convida; Santo Antonio te espera. Festas juninas começam dia 10.

Durante os seis dias de festa junina do município o público conviverá com uma cidade cenográfica Festa F
 
Foto cartaz/Divulgação
Com o tema “Extremoz te convida; Santo Antonio te espera”, o município está organizando seis dias de festa junina, que ocorrerá de 10 a 15 de junho, na Arena Cultural Estrela do Mar, com atrações variadas, entre elas as bandas Dedin Gouveia, Farra de Rico, Ferro na Boneca, Forró Pegado, Reginaldo Rossi e Solteirões. A festa começa todos os dias às 16h, se estendendo até a madrugada.
 
Além dos shows, durante todos os dias de festa haverá trio de sanfoneiros, brincadeiras infantis, como gato no pote, corrida de saco e corrida do ovo, grupos folclóricos, Casa do Sanfoneiro, Rancho do Povo, apresentação da Banda Municipal, quadrilhas estilizadas, Trio Guajirú, Banda Pé de Urtiga, quadrilha Matuta, Xote das Meninas, Dança do Coco, Maculelê, Trio Santa Maria, Forró no Couro, Forró Riqueza, Capoeira Nossa Terra, Xamego Novo, Quadrilha Destaque, Alvimar Farias, Boi de Reis, chegada do Trem do Grude, Trio Bochecha, entre outras.
 
Durante os seis dias de festa o visitante poderá conviver com uma cidade cenográfica que contém capela, sapataria, farmácia, lojas variadas, sapateiro, costureira, Casa do Artesão, bares, Casa do Grude, restaurantes, etc. Já na entrada da cidade serão recebidos na Casa do Sanfoneiro, com muito forró e um telão com filme sobre Santo Antonio.
 
Feira
 
Durante o evento o município irá realizar a “1ª Feira de Negócios de Extremoz”, visando o aquecimento da economia local, oportunizando geração de emprego e renda por meio de novos negócios. A iniciativa soma-se ao favorecimento do turismo religioso, o artesanato e a gastronomia da cidade. (LS).
 
CONFIRA PROGRAMAÇÃO:

 
DIA 10 – SEGUNDA
16:00hs - ABERTURA DA FEIRA DE NEGÓCIOS
17:00hs – TRIO DE SANFONEIRO (Espaço Cultural Da Feira)
17:00hs – BRINCADEIRAS INFANTIS (Gato No Pote/Corrida De Saco/Corrida Do Ovo)
18:00hs – CONCENTRAÇÃO DOS GRUPOS FOLCLÓRICOS NA PRAÇA FRANCISCO RÊGO;
19:30hs – CORTEJO DOS GRUPOS FOLCLÓRICOS DESCENDO A RUA ARRASTA PÉ;
19:30hs – TRIO DE SANFONEIRO NA CASA DO SANFONEIRO;
19:30hs – TRIO DE SANFONEIRO NO RANCHO DO POVO;
20:30hs - APRESENTAÇÃO DA BANDA MUNICIPAL (Tocando Hino Nacional Estilizado);
21:00hs – ATRAÇÃO CULTURAL – DANÇA GUERREIRA DA FUNDAÇÃO DE CULTURA;
21:30hs - APRESENTAÇÃO CULTURAL – GINGAFRICA – FORRÓ DO ESPANTALHO
22:00hs – QUADRILHA ESTILIZADA – ARRAIA EMPURRA O BURRO E ARRAIA DE RAIZES;
22:30hs – APRESENTAÇÃO CULTURAL LOCAL;
00:00hs – APRESENTAÇÃO DA BANDA DEDIN GOUVEIA
 
DIA 11 - TERÇA      
16:00hs - ABERTURA DA FEIRA DE NEGÓCIOS;
17:00hs – TRIO DE SANFONEIRO (Espaço Cultural Da Feira);
17:00hs – BRINCADEIRAS INFANTIS (Gato No Pote/Corrida De Saco/Corrida do Ovo);
19:00hs – QUADRILHA MATUTA INFANTIL;
19:30hs – APRESENTAÇÃO FOLCLÓRICA – XOTE DAS MENINAS;
20:00hs – APRESENTAÇÃO DE QUADRILHA ARRAIA DO MANGUEIRÃO;
20:00hs – TRIO DE SANFONEIRO NA CASA DO SANFONEIRO;
20:30hs – APREENTAÇÃO FOLCLÓRICAS - DANÇA DE COCO DA FUNDAÇÃO DE CULTURA;
20:30hs – TRIO DE SANFONEIRO NO RANCHO DO POVO;
21:00hs - APRESENTAÇÃO CULTURAL – AFOXÉ DAS SENHORAS DA FUNDAÇÃO DE CULTURA;
21:30hs - APRESENTAÇÃO CULTURAL DE MARACATU DA FUNDAÇÃO DE CULTURA;
22:00hs – APRESENTAÇÃO CULTURAL LOCAL;
00:00hs – APRESENTAÇÃO DA BANDA FARRA DE RICO 
 
DIA 12 - QUARTA  
16:00hs - ABERTURA DA FEIRA;
17:00hs – TRIO DE SANFONEIRO (Espaço Cultural Da Feira);
17:00hs – BRINCADEIRAS INFANTIS (Gato No Pote/Corrida De Saco/Corrida do Ovo);
19:30hs – APRESENTAÇÃO DE QUADRILHA ESTILIZADA;
19:30hs – TRIO DE SANFONEIRO NA CASA DO SANFONEIRO;
19:30hs – TRIO DE SANFONEIRO NO RANCHO DO POVO;
20:00hs - APRESENTAÇÃO DE QUADRILHA ESTILIZADA;
21:00hs – APRESENTAÇÃO FOLCLÓRICA – MACULELE;
21:30hs - APRESENTAÇÃO DO TRIO SANFONEIRO NO PALCO;
22:30hs – APRESENTAÇÃO CULTURAL LOCAL
00:00hs – APRESENTAÇÃO DA BANDA FERRO NA BONECA.
 
DIA 13 - QUINTA   
16:00hs - ABERTURA DA FEIRA DE NEGÓCIOS;
17:00hs – TRIO DE SANFONEIRO (Espaço Cultural Da Feira);
17:00hs – BRINCADEIRAS INFANTIS (Gato No Pote/Corrida De Saco/Corrida do Ovo);
19:30hs – APRESENTAÇÃO DE QUADRILHA ESTILIZADA ARRAIA DOS GAIATOS;
19:30hs – TRIO DE SANFONEIRO NA CASA DO SANFONEIRO;
19:30hs – TRIO DE SANFONEIRO NO RANCHO DO POVO;
20:00hs – APRESENTAÇÃO DE CAPOEIRA NOSSA TERRA;
20:30hs - APRESENTAÇÃO DE QUADRILHA ESTILIZADA EU TU + TIGO;
21:00hs – APRESENTAÇÃO FOLCLÓRICA AFOXÉ DAS SENHORAS DA FUNDAÇÃO DE CULTURA;
21:30hs - APRESENTAÇÃO CULTURAL DE ARACATU;
22:00hs - APRESENTAÇÃO DO TRIO DE SANFONEIRO;
22:30hs – APRESENTAÇÃO CULTURAL LOCAL;
00:00hs – APRESENTAÇÃO DA BANDA FORRÓ PEGADO.
 
DIA 14 – SEXTA
16:00hs - ABERTURA DA FEIRA DE NEGÓCIOS;
17:00hs – TRIO DE SANFONEIRO (Espaço Cultural Da Feira);
17:00hs – BRINCADEIRAS INFANTIS (Gato No Pote/Corrida De Saco/Corrida Do Ovo);
19:00hs – APRESENTAÇÃO DE QUADRILHA ARRAIÁ VAI QUEM QUER;
19:30hs – APRESENTAÇÃO DA QUADRILHA DESTAQUE
19:30hs – TRIO DE SANFONEIRO NA CASA DO SANFONEIRO;
19:30hs – TRIO DE SANFONEIRO NO RANCHO DO POVO;
20:00hs - APRESENTAÇÃO DE QUADRILHA AS QUENGAS DE ESTIVAS;
21:00hs – APRESENTAÇÃO FOLCLÓRICA DANÇA GUERREIRA DA FUNDAÇÃO DE CULTURA;
21:30hs - APRESENTAÇÃO DO TRIO SANFONEIRO NO PALCO;
22:30hs – APRESENTAÇÃO CULTURAL LOCAL;
00:00hs – APRESENTAÇÃO DE REGINALDO ROSSI NO PALCO.
 
DIA 15 – SABADO
16:00hs - ABERTURA DA FEIRA DA FEIRA DE NEGÓCIOS;
17:00hs – TRIO DE SANFONEIRO (Espaço Cultural Da Feira);
17:00hs – BRINCADEIRAS INFANTIS (Gato No Pote/Corrida De Saco/Corrida Do Ovo);
19:00hs – APRESENTAÇÃO CULTURAL BOIS DE REIS GUAJIRU DA FUNDAÇÃO DE CULTURA;
 19:00hs – QUADRILHA IMPROVISADA COM TRIO DE SANFONEIRO
19:30hs – CHEGADA DO TREM DO GRUDE;
21:00hs – APRESENTAÇÃO FOLCLÓRICA DO BOI DE REIS;
21:30hs - APRESENTAÇÃO DO TRIO BOCHECHA NO PALCO;
22:30hs – APRESENTAÇÃO CULTURAL LOCAL;
00:00hs – APRESENTAÇÃO DA BANDA SOLTEIRÕES
 
Leonardo Sodré


--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 5/26/2013 09:50:00 AM