quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Prefeitura compra fardamento para os alunos da rede de ensino de Natal.


Ano novo, roupa nova

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GARANTE FARDAMENTO PARA 58.098 ALUNOS DA REDE DE ENSINO DE NATAL AO CUSTO DE R$ 8,42 MILHÕES, VALOR QUE SUPERA EM 32% O QUE FOI GASTO EM 2011

07:31 01 de Janeiro de 2014
 
Jalmir Oliveira
DO NOVO JORNAL
A Secretaria Municipal de Educação (SME) comprou R$ 8,42 milhões em fardamento para os mais de 54 mil alunos da rede municipal de ensino. O valor é 32% maior que a última compra feita pelo município, em 2011, quando foram gastos R$ 6,37 milhões.

A empresa vencedora da licitação foi a Nilcatex Têxtil LTDA, com sede em Blumenau (SC), cujo resultado foi homologado no Diário Oficial do Município (DOM) em 20 de dezembro. O contrato só será assinado na próxima semana, quando os representantes da empresa desembarcam em Natal para fechar o negócio.

O contrato de compra foi calculado para atender 58.098 alunos. No entanto, a atual rede de ensino soma 54.300 alunos. “A diferença foi proposital. Precisamos de uma sobra. No início do próximo ano, por exemplo, vamos abrir outras mil vagas”, afirma Justina Iva. Ela faz referência à inauguração de dois CMEIs e uma escola fundamental.

Até o fim do próximo ano, detalha a secretária, a previsão é de que outros 20 centros infantis e nove escolas sejam inaugurados. Hoje, a SME conta com 144 unidades de ensino – 72 centros e 72 escolas.

“O valor é mais alto, sim, mas fizemos uma compra bem maior”, explica Justina Iva. Ainda na gestão Micarla de Sousa, em novembro de 2011, a compra de fardamento contemplou 56 mil alunos.

Naquele ano, a Prefeitura de Natal firmou dois contratos de fardamento. As empresas Mercosul Comercial e Múltiplos Comércio e Serviços de Acessórios Especiais receberam R$ 4,89 milhões e R$ 1,48 milhão, respectivamente. O contrato milionário, no entanto, não se refletiu em entrega. Várias escolas não receberam o material.

“A diferença agora é que todos os alunos receberão o material”, ressalta ela. Os uniformes serão distribuídos a partir do dia 4 de fevereiro, quando será iniciado o ano letivo do município. Cada um vai receber camiseta de manga curta, camisa regata, bermuda de helanca, calça tactel, meia de algodão e tênis.

A distribuição do material será feita pela SME. A entrega do fardamento vai seguir os registros das matrículas. Os diretores das escolas informaram o tamanho de roupa de cada aluno.
A qualidade do material foi avaliada pelo Departamento de Atenção ao Estudante (DAE). “Nós tínhamos um profissional contratado para avaliar a resistência e qualidade dos uniformes. O critério de escolha foi técnico”, alega Justina Iva. Ao todo, 11 empresas participaram do certame licitatório.

O processo para a contratação dessas empresas foi semelhante ao que ocorreu em 2011. O modelo de licitação adotado foi o de pregão eletrônico. A aquisição do fardamento foi definida pelo menor preço e qualidade. Quando a licitação foi deflagrada, em 11 de novembro, a previsão era de que seriam gastos R$ 9,3 milhões.

“Foi considerado o melhor preço e qualidade técnica do uniforme. É um produto tão bom quanto os das escolas particulares. Houve uma economia de R$ 900 mil”, afirmou Gustavo Costa de Miranda, pregoeiro da SME.

MATERIAL
A Secretaria Municipal de Educação comprou 70.393 camisas de manga curta. O valor de cada unidade é de R$ 12,80. Parte dos alunos das escolas de ensino fundamental e do Ensino de Jovens e Adultos (EJA) terá direito a duas unidades. O produto é 60% de poliéster e 40% de algodão. Serão camisas de cor branca e detalhes (mangas e golas) em azul marinho. A SME também comprou 46.204 calças de tactel, um tecido feito com fibras sintéticas, que custam R$ 27,58 cada uma.

Para as escolas que ofertam atividade física, serão destinadas 64.713 camisas regata, com custo de R$ 12,35. Para compor o fardamento, o aluno também recebe uma bermuda de helanca, um tecido elástico feito com fio texturizado em poliamida, que soma a mesma quantidade das camisas. O valor unitário é de R$ 22,75.

A SME comprou 64.713 pares de tênis. O produto é confeccionando em material sintético e lona de algodão. A unidade ficou estabelecida em R$ 49,50. Foram adquiridos ainda 129.426 pares de meia. A unidade custou R$ 5,95 para a prefeitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário