quarta-feira, 18 de junho de 2014

Repercute noVale do Assu o suposto atentado ao escritório da advogada assuense.

terça-feira, 17 de junho de 2014

Atentado em Ipanguaçu: Advogada é vitima de atentado

Nas primeiras horas do dia de ontem, o escritório da advogada Raissa Fonseca, localizado na cidade de Ipanguaçu/Vale do Açu, foi atacado por pessoas não identificadas. Os quais disferiram cerca de cinco tiros em direção a porta do escritório. Pelo tardar da hora, cerca de 02 da madruga, ninguém se feriu (o escritório estava fechado, claro). Só danos materiais.

No entanto, o clima de animosidade continua na cidade, e é sentido derna do inicio da campanha eleitoral para eleger os chefes do executivo municipal, em eleição suplementar.

A advogada Raissa Fonseca é advogada da coligação que não obteve êxito nas urnas e vinha preparando várias ações contestando a lisura do pleito suplementar.

O atentado ao escritório da advogada ganhou conotação estadual e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) emitiu nota em solidariedade a advogada ipanguaçuense e nomeou uma comissão para acompanhar as investigações.

Dentre os integrantes da comissão escolhida, tem dois advogados, membros da Secção da OAB/Vale do Açu, a qual é presidida pelo advogado Ivanaldo Bezerra, coordenador jurídico da coligação que obteve vitória no pleito de Ipanguaçu.

Traduzindo: para a OAB, o atentado que provocou danos ao escritório da advogada Raissa Fonseca e pânico a população de Ipanguaçu, não teve conotação politica e sim mais uma consequência da violência que assola e amedronta os brasileiros. Ou não?

Recordando: Há alguns dias, um blogueiro ipanguaçuense, ligado ao sistema politico vitorioso,  foi vitima de assalto, no qual os delinquentes além de subtraírem objetos de propriedade do mesmo, ainda tentaram causar-lhe pânico. Tipo, só o assalto não era suficiente.

Coincidências? como diz o ditado popular, mió prevenir que... A Policia Federal precisa ser acionada pela  OAB/RN como forma de garantir as prerrogativas de seus membros e a tranquilidade necessária na cidade, região e... como forma de reafirmar que apoia e briga, pelo Estado de Direito.


Foto do blog de ana valquíria
Nas primeiras horas do dia de ontem (16), o escritório da advogada Raissa Fonseca, localizado na cidade de Ipanguaçu, no Vale do Açu, no RN, foi atacado por pessoas não identificadas, os quais desferiram cerca de cinco tiros em direção à porta do escritório da advogada. Pelo tardar da hora, cerca de 2 da madruga, ninguém se feriu. [Fonte: página de Ana Valquíria > Saiba mais]





--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 6/18/2014 08:53:00 AM

domingo, 15 de junho de 2014

Decreto de calamidade será publicada nesta segunda-feira

Publicação: 15 de Junho de 2014 às 15:22 | Comentários: 0
Tribuna do Norte
Sara Vasconcelos - repórter

O decreto de estado de calamidade por contas das chuvas em Natal será publicado no Diário Oficial do Município, nesta segunda-feira. A medida irá garantir condições para reconstrução de vias públicas e imóveis destruídos pelo deslizamentos em Mãe Luiza e Areia Preta, além do apoio da Marinha e Exército nas obras e segurança. O anúncio foi feito pelo prefeito Carlos Eduardo ao final de reunião realizada, no início da tarde deste domingo (15),com o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves, a vice-prefeita Wilma de Faria e representantes das diversas secretarias que compõem o gabinete de crise.

O prefeito chegou a cogitar a cobertura com lonas para fazer o escoramento dos barrancos e evitar que a chuva acentue a erosão no local. A medida, entretanto, foi desaprovada por corpo técnico da UFRN, que esteve no local fazendo inspeção.
Magnus NascimentoGabinete de crise se reuniu novamente na manhã deste domingoGabinete de crise se reuniu novamente na manhã deste domingo

De acordo com a sugestão dos professores, assinada pelo geólogo Ricardo Amaral, como a situação ainda está em evolução – com a probabilidade de mais chuvas – a ação poderia trazer riscos para operários que já haviam sido acionados para trabalhar na tarde deste domingo.

A retirada de terra e lama que bloqueia a avenida Sílvio Pedroza, em Areia Preta, também foi desaconselhada pelos peritos da UFRN. O material depositado na via poderia funcionar como uma espécie de contenção. “Estas medidas buscam garantir a segurança. Não tivemos vítimas fatais e vamos continuar trabalhando para evitar mortes”, disse o prefeito.

A orientação é aguardar a evolução do processo que está se estabilizando naturalmente, segundo o geólogo Ricardo Amaral, ou seja, com a redução das chuvas e possível estiagem. A avenida permanece interditada.

Outra sugestão acatada pela Prefeitura é de notificar os síndicos de 12 prédios localizados na Avenida Sílvio Pedroza para acionar as construtoras no sentido de emitir laudo técnico sobre a situação cortina de proteção (muros de contenção) e sobre estruturas. A notificação poderá ser feita já amanhã.

Uma das medidas já tomadas será a remoção dos veículos da avenida Guanabara, em Mãe Luiza. Moradores terão acesso as ruas e casas à pé. A medida buscar reduzir riscos de acidentes e facilitar circulação de máquinas de obras e dos órgãos de defesa civil.

Outros pontos monitorados

A Prefeitura está monitorando outras três áreas de risco. No Planalto, a Semopi já foi acionada para conter áreas de risco de deslizamentos, como tamém nas Rocas, na Comunidade do Jacó, em que técnicos fazem o levantamento sobre condições de imóveis e necessidade de retirada de famílias.

Na Arenas das Dunas, a situação já esta sob controle e não há perigos para o estádio. Um reforço de bombas nas lagoas de captação que compõem o sistema de drenagem irão evitar novos transbordamentos.

“São pontos que exigem preocupação e acompanhamento, mas em menor proporção do que o visto na Guanabara. Todas as medidas que cabiam ser feitas estão já foram tomadas”, disse Carlos Eduardo.

O prefeito Carlos Eduardo ressaltou que secretária de ação social está mapeando as áreas de deslizamentos para saber quantas famílias estão desalojadas e precisarão de abrigos públicos ou serem encaminhadas para casas de familiares. “Vamos trabalhar para dar seguranças a essas famílias que estão desalojadas ou em situação de risco, para que não falte assistência”, frisou o prefeito.

Ministro da Integração Nacional virá a Natal

O presidente da Câmara, deputado Henrique Alves assegurou que o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, virá a Natal ainda esta semana para analisar de perto situações e medidas a serem adotadas. O deputado manteve contato com o ministro , durante a reunião, que pediu para que o Executivo antecipasse o envio de imagens e relatórios da cidade.

“Estamos trabalhando e tendo total apoio federal, por meio da Defesa Civil, Exército, Marinha e do próprio ministro para garantir a segurança e andamento de obras”, disse. O deputado ressaltou e agradeceu a solidariedade dos natalenses que estão contribuindo com doações.

A vice-prefeita esteve na Escola Santos Reis na manhã deste domingo (15) e visitou pontos em Areia Preta e Mãe Luiza, onde ocorreram os deslizamentos.
"Estamos reunidos desde ontem para tomarmos providências, vou inclusive relatar o que vi ontem e hoje para saber quais posicionamentos poderemos adotar. A situação é bastante difícil dessas famílias", disse.

Opinião do professor Carlos R. M. Gomes sobre o drama dos moradores da rua Guanabara, em MãeLuíza.

TRISTE REALIDADE
Jamais desejaria abordar este tema e num momento de aflição, mas sou forçado a aproveitar o instante caótico em que vivemos para dele retirar lições efetivas para os nossos governantes e também para a população.
De longo tempo vimos abordando neste blog o descaso pelas prioridades, seja pelo despreparo dos dirigentes, seja pela pacividade da população que, numa repetição do começo da colonização (índios), se contentam com "espelhos e bugigangas".
A questão dos equipamentos urbanos de drenagem, lagoas de captação, ligações clandestinas de esgotos, colocação de lixo nas enxurradas das chuvas representam temas evidenciados pela mídia desde tempo remoto, sem que se levassem na devida conta.
De repente a realidade - a cidade de Natal se vê, em plena Copa do Mundo, com uma queda pluviométrica fora da previsão e, em razão dessas omissões referidas, torna-se visível a triste situação, com deslizamentos de terra em Areia Preta, alagamentos em todos os bairros deixando a população em estado de pânico.
A rede hoteleira, também responsável pela falta de insistência para as coisas sérias, agora irá amargar prejuízos ou, pelo menos, lucros em proporção menor do que o esperado.
O que fazer? Primeiro ter fé em Deus; segundo manter a calma; daí em diante, apelar para a solidariedade dos parentes, amigos e vizinhos para o acolhimento e a ajuda necessários à superação deste episódio negativo.
Chegou a hora de convocação de todos os segmentos da sociedade, em particular, dos clubes de serviços - Rotary, Lions, clubes sociais e outras entidades da sociedade civil para um trabalho coordenado de ajuda. E as autoridades dos segmentos federal, estadual e municipal se reunirem para elaboração de um grande Plano de Emergência e um Projeto Estratégico Global para, definitivamente, tratar dos problemas básicos da nossa cidade, a fim de que não venhamos a repetir o sofrimento que hoje passamos.
Deixemos que a política fique em segundo plano e venha à tona as necessidades primárias desse nosso povo bom e ordeiro. Que se apague, definitivamente, a expressão jocosa conhecida como "Rio Grande Sem Sorte"!
  • 40 pessoas curtiram isso.
  • Dinaíza Dantas Chamada a todos !
    Estamos precisando colchões para os desabrigados de mãe luiza
    Quem conseguir disponibilizar algum, deixar na escola Santos Reis com a equipe da Semtas. Quem puder mobilizar os grupos de igrejas para doações de lençóis e colchões...
    6 h · Curtir · 3
  • Vera Nelson É isso mesmo Carlos,as pessoas pensam que as coisas são resolvidas com varinhas mágicas.Daí chegarmos a essa situação,porém O RN tem é muita sorte, pois diante de uma catastrofe como essa,vozes como a tua se levantam tentando acordar os que teimosamente continuam com a venda nos olhos.
    6 h · Curtir · 1
  • Mário Emerenciano Perfeito! Lí um livro no passado que o autor expressa o seguinte: "Toda a salvação é o conhecimento aplicado",ou seja, entre falar e fazer, tem uma distância muito grande.Chegamos a hora de termos mais estadistas neste país do que propriamente político caça voto.
    5 h · Curtir
  • João Maria Fraga Perfeito professor. Esse modelo de fazer política faliu , é da ordem do dia estabelecer novas prioridades , novas lideranças , novas formas de encarar o exercício da gestão pública .... O País clama por mudanças profundas . O que me deixa triste é que ...Ver mais
    4 h · Curtir